Sporting

Amorim e o título: “É muito difícil, o FC Porto tem uma grande vantagem”

Verde e brancos golearam Gil Vicente e mantêm-se na corrida pelo título.

Declarações de Rúben Amorim, treinador do Sporting, à flash interview da Sport TV, logo após a vitória do Sporting sobre o Gil Vicente.

Análise: Tivemos várias oportunidades para fazer mais golos. Fizemos quatro, mas podíamos e devíamos ter feito mais. Foram muito competentes em todos os momentos do jogo, jogaram com alegria. Dominámos completamente o jogo, foi pena o golo sofrido. Mas foi mais uma boa exibição desta equipa, que dá sempre boas respostas quando é preciso, pelo que os jogadores estão de parabéns.

Liga dos Campeões garantida: Era muito importante. Desde o início do ano que é algo muito importante para nós, porque permite-nos lutar com os melhores clubes. Depois, podemos ter grandes noites, como tivemos como o Borussia Dortmund, ou noites difíceis, como tivemos contra o Manchester City e o Ajax. É não esquecer isso. Para o ano, será mais do mesmo, mas estamos mais experientes. Financeiramente, ajuda o clube a manter os jogadores, e permite ao treinador fazer mais pressão sobre a direção para manter um grupo que está a crescer.

Título ainda é possível: Acho muito difícil, o FC Porto ainda tem uma grande vantagem. Armar confusão é no sentido de que duas grandes equipas vão defrontar-se e uma pode ser campeã. Foi uma brincadeira. O que quero é vencer o Portimonense. Garantimos o segundo lugar, mas, agora, temos de pensar no fim deste campeonato e já na próxima época, também.

Aposta em trio ofensivo mais móvel: Acima de tudo, o Paulinho já vem a jogar em sacrifício há muito tempo. É algo que nós não dizemos, e o jogador também não, mas anda a fazer um sacrifício há muito tempo, e nós tentamos gerir da melhor forma. Vai ter as férias para limpar, e quisemos manter essa dinâmica. Fizemos um excelente jogo com o Tondela e com o Boavista. Mantendo esta dinâmica, retira algumas referências aos adversários e é mais uma nuance que ganhámos este ano, sabendo que, provavelmente, eu não serei o jogador do Pablo [Sarabia], mas é um jogador que está cada vez mais para jogar no meio do que na linha, porque já não tem a explosão que tinha em Sevilha. A capacidade que tem de ligar jogo é muito boa, e nós aproveitamos isso.

Não pode contar com Sarabia na próxima época: Tenho pena de não ter tido o Nuno Mendes, mas sabemos que é assim, o futebol é mesmo isso. Estarão outros cá, seguiremos com o nosso projeto. Temos mais dois jogos para aproveitar o Pablo.

O que você acha sobre a notícia?

Botão Voltar ao topo