Benfica

Benfica já gastou os 75 milhões de Darwin, diz o Correio da Manhã

O Benfica vendeu Darwin Nuñez por 75 milhões de euros, uma venda que poderá chegar aos 100 milhões, por objetivos. Mais uma venda impressionante da parte da direção encarnada, mas de acordo com o jornal Correio da Manhã, poderia já não sobrar nem um euro desse encaixe estrondoso.

O jornal apresenta as contas, que provam que o Benfica já gastou os 75 milhões de euros. Feitas as contas. Para começar, o Benfica ainda nem sequer tinha pagado todo o passe do uruguaio ao Almería.

O negócio foi de 24 milhões, mas a ser pago em cinco prestações até 2025. Quando o jogador foi vendido ao Liverpool, o Almería ainda tinha a receber 19,2 milhões por essa venda ao Benfica. A esse valor em dívida acrescem os 10 milhões de mais valia, pela percentagem do passe que detinham. Ou seja, o Almería tem a receber 29,2 milhões de euros por Darwin Nuñez.

Depois, para a intermediação são mais 15,2 milhões de euros. Desses, três milhões para o mecanismo de solidariedade, que foram descontados nos 10% de comissão de Jorge Mendes, que ficou com 7,2 milhões, mas segundo o Correio da Manhã, o empresário foi ainda buscar mais 5 milhões pela exclusividade do negócio, perfazendo os tais 15,2.

Finalmente, o Benfica já gastou 31 milhões de euros em contratações, neste mercado de transferências. Ou seja, o Benfica já soma uma despesa 75,4 milhões de euros, após a venda de Darwin.

O que você acha sobre a notícia?

Botão Voltar ao topo