Benfica

Calado tem tirada incrível para gozar com críticas à venda de Darwin Nuñez

Darwin Nuñez é, indiscutivelmente, o assunto do momento, no que ao desporto diz respeito. O avançado uruguaio desfalca o Benfica, mas deixa um encaixe incrível, na que já é a segunda maior transferência de sempre no futebol português.

Depois de vender João Félix ao Atlético de Madrid por 120 milhões, o Benfica consegue vender Darwin ao Liverpool, por valores que deverão chegar novamente aos três dígitos. Assegurados estão já os 75 milhões, que já o tornariam nessa segunda maior venda, mas há ainda 25 milhões em objetivos facilmente concretizáveis.

É, portanto, uma venda incrível e até inesperada tendo em conta o mercado atual, que perdeu algum fulgor no pós-pandemia. Nos últimos dias, foram feitas muitas comparações com o negócio de Luís Díaz, que saiu para o mesmo Liverpool, mas por valores bastante abaixo (45 milhões mais 15 possíveis em objetivos).

No entanto, foram muitos os comentários de que este teria sido um mau negócio, com pessoas a ‘desmembrarem’ o valor, entre o que o Benfica investiu, a percentagem ainda do Almería, as dos empresários, numa tentativa de desvalorizar o super-negócio.

Por isso, Calado respondeu na CMTV, com uma tirada em grande. “Eu, realmente, até pensei que o Benfica lá tinha ido entregar o Darwin a Liverpool e que ainda tinha pago para o deixar lá”, gozou o ex-jogador do Benfica, deixando Fernando Mendes e Paulo Catarro a sorrir. Calado explicou ainda que estranha que um negócio como este seja tão questionado em Portugal, uma vez que na opinião do comentador da CMTV, este foi um excelente negócio.

O que você acha sobre a notícia?

Botão Voltar ao topo