Sporting

“É duro quando se perde a oportunidade de lutar por um título”

A reação do técnico do Sporting após a derrota com o Benfica (0-2), em declarações à Sport TV.

Oque correu mal? Praticamente tudo, apesar de termos iniciativa, foi um jogo desinspirado. Nos momentos que são precisos, sofremos um golo quando a bola está claramente controlado, no outro lado do campo. O Benfica jogou muito baixo à espera do nosso erro e faltou-nos inspiração no último passe, no cruzamento, nas bolas paradas. Tivemos imensas bolas paradas. Quando não há inspiração torna-se difícil. Mas houve transpiração dos jogadores, eles tentaram o máximo, é duro quando se perde, quanto a mim, a oportunidade de lutar por um título. Mas agora temos de levantar a cabeça, porque agora temos a Taça de Portugal e esse é o nosso foco.

Mérito do Benfica ou demérito do Sporting? É tudo junto. Estão ali adversários que defendem. Mesmo com muita gente é preciso saber defender, tiraram-nos alguma imaginação, na segunda parte tentámos criar superioridade nos corredores. Foi claramente um dia desinspirado da nossa equipa. Mas houve um esforço e quando eles dão tudo não há muito a dizer.

Estratégia do adversário: Obviamente têm jogadores rápidos e aproveitaram isso. Apanharam-se em vantagem muito cedo e depois tivemos de lutar contra isso: controlar as transições e arranjar soluções para ter uma equipa que defendida praticamente no último terço. Faz parte. O resultado ditou uma vitória do Benfica e a estratégia do treinador do Benfica foi melhor que a do treinador do Sporting. Temos uma prova para disputar na quinta feira e é isso que vamos fazer.

O que resta da época: Temos ainda de tentar a final da Taça, vamos fazer o máximo para isso. Vamos em desvantagem, este é um momento duro na época, mas ainda temos a Taça de Portugal e temos de lutar pelo segundo lugar, que ainda não está fechado. É o que temos de fazer.

Semana de decisões: É sinal de que o Sporting está nas decisões. Tudo pode mudar numa semana. O dia de hoje é muito duro, mas quinta-feira pode ser muito bom. Vamos em desvantagem mas somos capazes de fazer melhor. Ninguém sabe [se a derrota vai abalar]. Por mim não. Vamos dar o máximo, é um título que queremos. Temos dois, mas não chega. O futebol é assim, temos de levantar a cabeça e de olhar para o próximo desafio.

FC Porto campeão? Quando for matematicamente, todos os campeões são justos. Não ganhando, nada mais interessa.

 

O que você acha sobre a notícia?

Botão Voltar ao topo