Benfica

Há em Espanha quem anseie pela venda de Darwin Nuñez: “Que se concretize…”

Turki Al-Sheikh, dono do Almeria, anterior clube do internacional uruguaio, manifestou, na sequência dum alegado interesse do Arsenal no atleta, esperança numa transação.

A venda de Darwin Nuñez, dado os números no Benfica, afigura-se como um cenário cada vez mais provável, até pelo número de clubes aos quais o uruguaio é associado, e há, em Espanha, quem anseie pela concretização do negócio: Turki Al-Sheikh.

O proprietário do Almeria, clube espanhol que vendeu Darwin ao Benfica, a troco de 24 milhões de euros e que garantiu 20% de uma mais-valia, manifestou, na sequência dum alegado interesse do Arsenal no atleta, esperança numa transação.

“Que se concretize, para que possamos ir buscar a nossa percentagem do negócio”, escreveu Turki Al-Sheikh, na rede social Twitter, em resposta a uma publicação feita pelo “maior” sítio árabe especializado em futebol inglês e do Velho Continente.

Turki Al-Sheikh pode, por exemplo, ter os cofres do Almeria apetrechados com 11 milhões de euros caso o Benfica venda Darwin por 80 milhões de euros, resultado da mais-valia de 20%, preço atualmente exigido pela SAD encarnada.

De resto, além de Darwin, autor de 26 golos até agora em 2021/22, agitar a elite do mercado de transferências, originou uma “luta” empresarial. Jorge Mendes, conforme noticiou OJOGO, assumirá o próximo processo de venda do goleador.

Darwin acumula pretendentes. Além de Arsenal, o mais recente interessado, segundo a Imprensa, também West Ham, Newcastle e Manchester City estão na corrida, em melhor ou pior posição, pelo internacional uruguaio.

De Itália, há ecos da intenção de Inter e Milan visarem a contratação do jovem uruguaio, mas há ainda Espanha. O Barcelona está a acompanhar o dianteiro, mas também o Atlético de Madrid tem em vista a transferência.

O que você acha sobre a notícia?

Botão Voltar ao topo