Sporting

Milan quer segurar Rafael Leão mas jogador pretende resolver primeiro diferendo com o Sporting

Avançado terá, entretanto, recebido uma proposta de um clube da Premier League

Com 9 golos e 5 assistências na Liga italiana esta época, Rafael Leão tem assumido um papel importante no xadrez ofensivo do Milan. Ao ponto de já ter despertado atenções em outros campeonatos.

O ‘Corriere dello Sport’ escreve o jogador terá sido sondado com uma proposta de um clube da Premier League, mas a prioridade do clube italiano não é vender mas sim renovar com o internacional português.

Rafael Leão tem contrato até 2024 e o Milan quer prolongá-lo até 2026, oferecendo-lhe um aumento salarial bastante atrativo: de 1,8 milhões (que aufere atualmente) para 4,5 milhões de euros por época.

As negociações decorrem a bom ritmo, mas Leão não tem pressa em assinar este novo acordo com o Milan. Segundo o mesmo jornal, o avançado quer resolver primeiro o diferendo que mantém com o Sporting.

O jogador e o Lille – clube para onde foi em 2018 depois de rescindir unilateralmente com os leões e que foi declarado “responsável solidário” – foram condenados a pagar 16,5 milhões ao clube português. O Milan acompanha a situação e já disponibilizou apoio moral e judicial a Rafael Leão.

Entretanto, face ao assédio que o jogador terá recebido da Premier League, os rossoneri já deixaram um sério aviso: Rafael Leão não sai do Giuseppe Meazza por menos de 70 milhões de euros.

O que você acha sobre a notícia?

Botão Voltar ao topo