Benfica

Pinto da Costa: “Rui Costa? Ficava triste é se chegasse a casa e a minha cadela não me cumprimentasse”

O líder do FC Porto assegura que sempre teve uma boa relação com o Maestro e aponta o dedo aos que criticam o facto de dois presidentes de clubes rivais se cumprimentarem.

“Tenho ótimas relações com gente dos dois clubes. Ainda agora o Benfica veio jogar a final do hóquei em patins ao nosso pavilhão e antes estivemos a confraternizar, convidei os diretores para vierem para o camarote e eles é que preferiram ficar lá em baixo.

Dou-lhe o caso do Rui Costa. Sempre tive uma boa relação com ele, mesmo quando havia as guerras com Luís Filipe Vieira. Sempre nos cumprimentámos, fosse na Luz ou no Dragão. Sempre. O Rui Costa veio ao Porto, já estava sentado e veio ao meu lugar cumprimentar-me.

No segundo jogo, na altura em que houve dois jogos seguidos no Dragão com o Benfica, quando eu entrei ele já estava sentado e eu fui ao lugar dele cumprimentá-lo. Isso gerou muitas críticas ao Rui Costa. Os paladinos dos clubes não aceitam que dois presidentes que se conhecem há muitos anos e fizeram uma guerra que levou a que, quando nós fomos jogar à Luz, o Rui Costa não me cumprimentou nem para mim olhou. Tenho a certeza de que ele não tem nada contra mim, mas sabe que se me cumprimentasse ia levar pancada porque me cumprimentou.

Depois, há outros casos, que chegam a ponto de insultar, mas isso não me ofende nada. É uma questão de educação, que uns têm e outros não têm. Isso não me afeta nada. Entre os três clubes, há grupos de trabalho, de quadros de alto nível, que têm um perfeito entendimento e colaboram em coisas para a Liga. Isso é que conta. O resto não me faz diferença nenhuma. Eu ficava triste é se chegasse a casa e a minha cadela não me cumprimentasse“, afirmou.

O que você acha sobre a notícia?

Botão Voltar ao topo