FC Porto

Varandas e a declaração sobre Pinto da Costa

Frederico Varandas mantém que "apenas disse a verdade".

Frederico Varandas voltou, este sábado, a virar baterias contra Jorge Nuno Pinto da Costa, depois de o presidente do FC Porto o ter acusado, formalmente, de difamação e ofensas à honra, caso esse que irá, agora, entrar em julgamento.

À chegada ao Pavilhão João Rocha, onde depositou o voto nas eleições para a presidência do Sporting, o atual líder máximo do clube garantiu não estar arrependido de ter chamado, publicamente, “bandido” ao homólogo do FC Porto.

“Jamais alguém pretende ofender alguém quando se diz a verdade. Apenas disse a verdade, e essa não ofende. Se quiserem trocar a palavra, posso trocar ‘bandido’ por ‘corruptor ativo'”, atirou Frederico Varandas, que respondeu, de seguida, às preocupações de Nuno Sousa.

“É pena que muitos sócios não tenham recebido a tempo os boletins de voto por correspondência. Não pode acontecer. Estamos a deixar 10 a 15 mil votantes de fora”, afirmou, acusando, ainda assim, o adversário no sufrágio de “insultar a inteligência dos sportinguistas”.

O que você acha sobre a notícia?

Botão Voltar ao topo