FC Porto

Villas-Boas e um momento de urgência: “Se tiver que partir de mim a dinamização destas conversas…”

Questionado pelos jornalistas sobre se a sua presença era um abrir de uma nova fase nas relações entre FC Porto e Sporting, o líder portista quis "separar as águas"

André Villas-Boas esteve este sábado, ao início da tarde, no Estádio de Alvalade para marcar presença nas cerimónias fúnebres que ali decorrem durante todo o dia.
Questionado pelos jornalistas sobre se a sua presença era um abrir de uma nova fase nas relações entre FC Porto e Sporting, o líder portista quis “separar as águas”, não deixando todavia, de falar da urgência dos clubes portugueses se entenderem. Em especial, face ao ranking da UEFA.

“Vamos com calma. Eu acho que há um alinhamento, um sentimento e uma vontade iminente, pelo menos da minha parte, em discutir o futebol português e o caminho para as melhores soluções para problemas do futebol português. A nível dos quadros competitivos, a nível da sua organização, a nível da sua credibilidade em Portugal e na Europa. Portanto, eu tenho muita vontade que isso aconteça. Estou seguro que os outros clubes, os grandes de Portugal, mas também os outros, da I Liga e da II Liga, também têm esse sentimento. Nós estamos perante uma necessidade imediata de recuperar competitividade, credibilidade. Numa necessidade imediata de recuperar o nosso lugar no ranking da UEFA. Precisamos de encurtar distâncias o mais rápido possível. Portanto, se tiver que partir de mim a dinamização destas conversas, que assim seja, mas suponho que estamos todos envolvidos nesse sentimento”, disse aos jornalistas, em Lisboa.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo